5 Dicas Para A Recuperação Muscular

Muitos treinadores concordam que pedalar na bicicleta estática é uma das melhores maneiras de renovar o nosso corpo de forma ativa. Não se trata de um exercício, mas de uma transição para que os seus pés possam voltar ao normal sem muita rapidez.

Cerca de 10 a 15 minutos de spinning ajuda a relaxar progressivamente as pernas. Funciona especialmente bem se temos estado a fazer exercício intenso com elas. Recomenda-Se um nível de resistência leve e ritmo médio.

Como alternativa, é sempre bom andar um pouco a um ritmo aceitável, mas sem chegar a forzarnos.
No caso de passar dias sem treinar de forma intensa, muitos preparadores recomendam realizar exercícios de alta freqüência, como flexões abdominais para evitar as dores musculares.

Massagem reconstrutora

Se você sai, uma massagem é uma das melhores maneiras de relaxar os músculos depois de uma rotina intensa. De fato, os benefícios de uma massagem se acentuam ainda mais quando são aplicados imediatamente após o exercício, durante o processo de recuperação dos tecidos. O tempo recomendado de massagens, que está entre os 15 e os 30 minutos.

Entre os resultados sobre o seu corpo, você vai notar que:

  • Reduz as inflamações e inchaços.
  • Melhora a habilidade do músculo de contrair-se e girar.
  • Fornece estímulos favoráveis à regeneração muscular.

Alongamentos

Fazê-los da melhor forma é complicado, mas se aprende, constitui uma valiosa forma de devolver ao nosso corpo normal.
Há anos que se contemplam dois tipos de alongamentos, cada um com suas características e usos próprios.

Além disso é salutar consumir bastante colágeno Hodrolisado facilmente encontardo em suplementos da marca colastrina, vendido largamente pela internet

Dinâmicos

Eles costumam fazer antes do exercício para ativar a circulação sanguínea e aclimatar os músculos. Implicam um movimento constante, como rotações de braços e tronco. Desta forma, preparar o corpo para o esforço.

Estáticos

Pensados para depois do exercício, já que fazê-los antes pode diminuir a força dos músculos em exercícios que faremos. Baseiam-Se em alcançar uma posição, mantê-la e progressivamente voltar à sua forma original.

Estes alongamentos livram os músculos de ácido lático, que ajuda a evitar as dores musculares e aumenta a nossa flexibilidade.

Não obstante, estudos recentes têm demonstrado que nem sempre são cumpridas essas regras, já que cada músculo é criado de forma diferente.

Especialistas em fisioterapia e em training womax recomendam fazer alongamentos dinâmicos antes de um treino, mas só depois de fazer os exercícios de aquecimento. Alguns são especialmente eficazes, como uma série de saltos para fazer fluir o sangue. Teremos irrigação cardiovascular e o oxigênio, fluirá para os músculos.

Banhos de gelo

As casas de banho com gelo são usados e recomendados em cenários de alta competição, sobretudo quando o estado psicológico é um elemento chave para estimular. Não obstante, não são em absoluto recomendados em treinos. Foram tendência, em alguns centros, o que constitui um mau hábito, por dois motivos.

Em primeiro lugar, diferentes estudos têm calculado que o estresse e alteração psicológica causada por um banho em água fria pode durar até 72 horas em alguns atletas. Pelo contrário, não se encontraram resultados de melhora na recuperação muscular.

Em segundo lugar, há outros estudos que provam que o frio pode até dificultar a recuperação dos tecidos. O gelo reduz e pode embutar as inflamações pontuais, é verdade. Mas em certos tipos de inflamações mais gerais (como em articulações inteiras, tronco, costas, etc.), o gelo não causa nenhum benefício para a reparação dos músculos. Em qualquer caso, os volta a estimular de uma forma semelhante ao exercício.

Há que se lembrar que a recuperação muscular consiste em que os músculos se reparem a si mesmos. Usar métodos externos, súbitos e pode causar distúrbios e transtornos nos processos de re-adaptação.

Aplicar calor

Obrigado. Sabemos que é uma grande tentação, mas há muito poucas recomendações que proponham o calor como um bom sistema de recuperação muscular. O calor ajuda a relaxar os músculos, mas não está provado que isso ajude a recuperar os tecidos. De todas formas, também não está demonstrado que o impeça, de forma que não há nada que nos impeça de uma sessão de spa post-training.

Pelo contrário, se sofremos de alguma lesão, o calor pode nos criar uma deterioração ainda maior, especialmente se é recente. Nesse caso, evite aplicar o calor a todo o custo.

O cansaço do corpo após o exercício tem um forte peso no estado mental. Tanto que, às vezes, as endorfinas não são suficientes, e acabamos agindo de forma irracional. Não obstante, há que tentar manter a cabeça fria e fazer um último esforço para terminar da melhor forma possível.

Assim, não só podemos nos assegurar uma boa recuperação muscular. Também conseguiremos evitar lesões, teremos a segurança de que o nosso corpo irá processar o trabalho da melhor forma possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *